Governo apoia congresso da Unegro

[rrssb buttons="whatsapp, facebook, linkedin, twitter, gplus, email"]

UnegroDiscutir os impactos do racismo, planejar ações por maior representatividade da população negra nos espaços de poder e elaborar projetos para os próximos quatro anos. Estes são alguns dos assuntos que serão colocados em pauta durante o 5º Congresso Nacional da União de Negros Pela Igualdade (Unegro), que terá como tema “Negras e Negros nos Espaços de Poder e em Defesa da Vida”. O evento vai ser realizado no Centro Pedagógico Paulo Freire, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), de 10 a 12 deste mês.

O Governo do Estado, por meio das Secretarias de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap) e da Igualdade Racial (Seir), está apoiando a realização do congresso que vem reforçar todo o trabalho da gestão Flávio Dino realizado com parcerias institucionais e apoio do movimento organizado da sociedade civil. É o que pontua o secretário de Estado da Igualdade Racial (Seir), Gerson Pinheiro.

“Apesar deste momento de crise nacional, o Maranhão vem realizando ações concretas no âmbito das políticas afirmativas. Este evento vem somar para mostrarmos esse trabalho e conhecer outras ações no país”, ressaltou.

No evento será apresentado o levantamento de temas e ações pela igualdade racial. Entre os pontos abordados estão a crise econômica que atinge fundamentalmente as minorias, aumentando a agressão contra esses povos. O aumento da violência contra a população negra no mundo, a crise na América Latina e no Brasil, e os avanços dos últimos anos são outras questões referidas no relatório.

A garantia da promoção da igualdade racial é outro foco de discussão do congresso, que conta, ainda, no cronograma, com painéis de debate que tratarão de diversos temas entre eles as comunidades quilombolas, conferências e a organização negra jovem, das mulheres negras, na pesquisa e produção intelectual.

A importância desses encontros se dá como espaço de organização social e de elaboração de políticas para o segmento, pontua o presidente da Unegro – Goiás, entidade organizadora do congresso, André Nascimento. “Essas políticas devem ter como foco o enfrentamento da violência contra a população negra, em todas as suas vertentes”, ressaltou.

A Unegro é uma organização do movimento negro, fundada em julho de 1988, em Salvador, Bahia. Em 25 anos de existência se pautou na defesa da vida, cidadania e igualdade de oportunidades para a população brasileira. A instituição possui bases em 24 estados e conta com uma coordenação Nacional, Executiva Nacional e Secretaria Nacional, sediada em São Paulo.

Igualdade racial

Entre as medidas do governo Flávio Dino que priorizam a promoção da igualdade racial estão: a Lei de Cotas, que garante 20% de vagas para negros nos concursos públicos estaduais; o programa Maranhão Quilombola, voltado para o desenvolvimento social e econômico dos quilombos; e o plano de desenvolvimento sustentável de povos de Matriz Africana. Ainda, o Centro de Referência em Igualdade Racial e Iniciação ao Trabalho, que vai promover o desenvolvimento das comunidades negras urbanas das margens do Rio Anil.