Ouvidoria do servidor reúne ouvidores públicos em encontro

[rrssb buttons="whatsapp, facebook, linkedin, twitter, gplus, email"]

Em parceria com a Rede das Ouvidorias do Maranhão e Escola de Governo (EGMA), a Ouvidoria do Servidor do Estado do Maranhão, realizou, na sexta-feira (14), no auditório do Palácio Henrique de La Roque, em São Luís, o I Encontro dos Ouvidores Públicos do Maranhão.

O Encontro reuniu cerca de 40 representantes da rede de apoio da Ouvidoria do Servidor e gestores de diversas ouvidorias públicas do Governo do Estado. Contou com a participação do professor em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica (PUC), de São Paulo, Luiz Carlos Assis Iasbeck, que proferiu a palestra “Ouvidoria: Comunicação e Relacionamento”.

O encontro fomentou a importância do trabalho em rede pelas ouvidorias, a fim de auxiliar a manutenção da cidadania e da representação por meio dos ouvidores. Também, marcou a passagem do Dia do Ouvidor, comemorado no domingo (16).

O secretário de Estado de Gestão e Previdência, Fábio Gondim, destacou a importância das ouvidorias. “A sociedade precisa desse serviço e os órgãos públicos também. A conexão com o público, por meio das ouvidorias, faz o poder público ter acesso a uma imensa e insubstituível fonte de informação para a melhoria da qualidade do trabalho prestado”. Gondim afirmou que o serviço de ouvidoria entra nessa conexão que o planejamento tem que ter.

Para a ouvidora geral da Ouvidoria do Servidor do Estado do Maranhão, Patrícia Camacho, o encontro atualiza a informação. “Visa, também, o estreitamento do relacionamento dos ouvidores do Estado do Maranhão para termos um bem maior, que é o benefício do cidadão e do servidor”.

A ouvidora geral do Ministério Público do Maranhão, e representante da Rede das Ouvidorias do Maranhão, Mariléa Costa, disse que o encontro foi um grande incentivo para a Rede das Ouvidorias do Maranhão. “Esse intercâmbio de informações e resoluções dos problemas, são atinentes para o servidor e toda a sociedade maranhense”.

Presentes, também, a secretária-adjunta de Gestão, Modernização e Patrimônio da Sejep, Teresa Martins; o diretor da EGMA, Carlos Henrique Paixão; e a ouvidora da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Cidadania, Amanda Borba.

Palestra

Durante sua palestra, Luiz Carlos Assis Iasbeck disse que a ouvidoria é tratada no âmbito do Direito, da Administração, da Psicologia Social, como comportamento do cidadão, do consumidor. “A ouvidoria é sempre fatiada quando tratada nas áreas dessas ciências. Tratando-a na área da comunicação, fazemos um apanhado multidisciplinar; contemplamos aspectos jurídicos, psicológicos e de gestão e trabalhamos a ouvidoria como lugar de relacionamento”.