Governo lança portal de internet para orientar sobre fatores climáticos

[rrssb buttons="whatsapp, facebook, linkedin, twitter, gplus, email"]
Orientações sobre prevenção contra os efeitos de chuvas e outros agentes ambientais, além de informações climáticas do estado, agora ganham um espaço especializado na internet.
alertaÉ o portal Maranhão em Alerta, que será lançado pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Comunicação Social, nesta segunda-feira (21), às 15h, no auditório do Palácio dos Leões.
A criação do site deve-se à demanda de informações do gênero, registrada nos primeiros meses do ano, devido ao alto índice de precipitação pluviométrica no estado, o que afeta a vida de inúmeras famílias. A intenção, neste primeiro momento, é orientar principalmente moradores de regiões ameaçadas pelas fortes chuvas sobre quais procedimentos adotar em casos de alagamentos e enchentes.
“O Maranhão em Alerta é uma iniciativa pioneira. Nenhuma outra instituição ou órgão tem projeto parecido com este do Governo do Estado. Esperamos que, com essa forma de conscientização, possamos reduzir os males causados pelo período chuvoso”, destacou o secretário de Comunicação, Sérgio Macedo. E ele assegurou: “Esse portal será permanente. Um serviço de prevenção e alerta constante, realizado diante de qualquer manifestação climática”, destacou.
São parceiros da iniciativa órgãos como Defesa Civil, Instituto de Meteorologia da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Corpo de Bombeiros (CBMMA), Secretaria de Saúde (SES), Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS), Secretaria de Segurança (SSPMA), Companhia Energética do Maranhão (Cemar) e Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Todos municiarão a Secretaria de Comunicação com informações relevantes sobre o tema.
“A população precisa ser orientada sobre os riscos que o período chuvoso pode causar e o portal Maranhão em Alerta servirá exatamente para isso. Será um canal para o cidadão buscar informações sobre prevenção de doenças, de acidentes, além de ficar informado sobre as principais mudanças climáticas pelas quais o Maranhão passa diariamente”, ressaltou Sérgio Macedo, secretário de Estado de Comunicação.
Redes sociais
O portal terá eco nas redes sociais. No twitter, foi criado o @MA_emalerta,  com  atualização várias vezes ao dia. Também há uma conta no YouTube, que disponibilizará vídeos com entrevistas de especialistas em diversas áreas. “A ideia é democratizar ao máximo as informações. Hoje em dia, boa parte da população tem acesso à internet e pluralizar os canais é uma certeza de que um número cada vez maior de pessoas terá acesso às notícias”, assinalou o secretário de Comunicação.
O portal também possibilita interação com o internauta. A intenção é que estes contribuam com a atualização de informações sobre o tempo, em todo o estado, por meio de depoimentos e fotos. “Como no twitter, há ampla possibilidade de interação, esperamos – e até já começamos a receber – referências de pessoas de vários municípios do estado, dizendo como está o tempo em suas cidades”, afirmou Flávia Batista, coordenadora do Portal Maranhão em Alerta.
Rádio, cartilhas e cadastro
Além das redes sociais, o Maranhão em Alerta tem uma área em que é possível fazer download de cartilhas explicativas sobre doenças comuns no período chuvoso, planos de contingência e de prevenção de riscos e ameaças. Fora da rede, terá boletins de cinco minutos transmitidos três vezes ao dia pela Rádio Timbira.
Outros campos do novo portal, que merecem destaque, são o banco de cadastros de voluntários – que fornecerá à Defesa Civil informações de pessoas interessadas em ajudar nos períodos de alerta e críticos – e o Sistema de Alerta, que avisará os internautas cadastrados quando houver mudanças de tempo ameaçadoras.