Definida a data de reaplicação do exame do Enem

    O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem/2010) será reaplicado para cerca de 9,5 mil candidatos nesta quarta-feira (15), entre 13h e 17h30 (horário de Brasília). No Maranhão, o exame será reaplicado nos municípios de São Luís, Barra do Corda, Caxias, Chapadinha, Grajaú, Mirinzal e Pedreiras.

    Em São Luís, apenas cinco estudantes farão o exame. As informações foram divulgadas pelo Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), de acordo com o novo edital do Enem 2010.

    O exame será reaplicado aos candidatos que receberam a prova amarela, com erros de impressão no cabeçalho do cartão de respostas, no dia 6 de novembro. No espaço reservado às questões de ciências humanas e suas tecnologias, lia-se ciências da natureza, suas tecnologias e vice-versa.

    No total, farão as provas novamente estudantes de 218 cidades do Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Piauí, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

    Segundo o Ministério da Educação (MEC), os estudantes convocados para a prova foram avisados por meio de mensagens de texto de celular, e-mail e telegrama. É possível conferir o local de prova pela internet no endereço eletrônico sistemasenem2.inep.gov.br/localdeprova/. Basta informar o número do CPF (Cadastro de Pessoa Física).

    Serão 90 questões de múltipla escolha – 45 de ciências humanas e 45 de ciências da natureza. Segundo o novo edital, a prova será aplicada apenas para os “participantes do dia 6/11/2010 identificados como prejudicados com os erros de impressão do caderno de prova da cor amarela, independente de nova inscrição”.

    Os alunos devem comparecer ao local indicado com uma hora de antecedência, com um documento de identidade com foto, o novo cartão de inscrição e uma caneta esferográfica preta. A prova do Enem é distribuída em quatro cores para os alunos – a ordem das 180 questões muda de acordo com a cor do modelo de prova, para dificultar fraudes e colas.

    Ninguém é obrigado a realizar esta nova prova. Quem não comparecer terá corrigida a prova anterior. Os estudantes que solicitarem terão à disposição uma declaração de comparecimento para justificar a ausência ao trabalho.