Projeto Vira Vida será implantado no Maranhão até o fim deste ano

[rrssb buttons="whatsapp, facebook, linkedin, twitter, gplus, email"]

O projeto Vira Vida oferece cursos de formação profissional a jovens de 16 a 21 anos vítimas de exploração sexual. O projeto oferece cursos de formação profissional com duração entre 10 e 12 meses, acompanhamento psicossocial, atendimento médico e odontológico, educação básica continuada e formação profissionalizante, desenvolvida a partir da demanda do mercado e perfil dos jovens.

 

 

governoAté o fim deste ano deve ser implantado no Maranhão o projeto Vira Vida, que atende a jovens de 16 a 21 anos vítimas de exploração sexual. A proposta foi apresentada à governadora Roseana Sarney, nesta sexta-feira (22), pelo presidente do Conselho Nacional do SESI, Jair Meneguelli. Também participaram da reunião o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), Edilson Baldez, e diretor do órgão, Claudio Azevedo. “A aceitação por parte do Governo do Maranhão foi total e com certeza será um sucesso. Só com a união da sociedade e instituições que conseguiremos combater a exploração sexual neste país e resgatar a auto-estima e a dignidade desses jovens”, afirmou Meneguelli. “Em uma semana, no máximo, faremos uma reunião técnica com as entidades e secretarias estaduais e, num prazo médio de 40 dias, já poderemos lançar a aula inaugural”, garantiu. 
O projeto oferece cursos de formação profissional com duração entre 10 e 12 meses, acompanhamento psicossocial, atendimento médico e odontológico, educação básica continuada e formação profissionalizante, desenvolvida a partir da demanda do mercado e perfil dos jovens. Durante o período do curso, os jovens assistidos recebem ainda ajuda de custo de um salário mínimo.
O projeto conta com apoio de instituições do Sistema S (SESI, SENAI, SENAC e SEBRAE) parcerias com empresas públicas e privadas, que darão apoio na divulgação do projeto e na empregabilidade dos jovens participantes.
Vira Vida
O projeto foi criado em 2008 e atendeu na fase piloto 422 jovens de Fortaleza, Natal, Recife e Belém. Em 2009, com a expansão, chegou à Brasília, Salvador, Teresina, João Pessoa e Campina Grande. Atualmente, o Vira Vida está sendo executado em 11 estados. O Maranhão será o 12º à aderir ao programa.
O objetivo do projeto é promover a elevação da auto-estima e da escolaridade dos participantes, para que desvendem seu próprio potencial e novas perspectivas de futuro. O processo sócio educativo está baseado em cursos profissionalizantes construídos a partir do alinhamento entre a demanda de cada mercado e o perfil e as expectativas desses adolescentes e jovens. Eles contemplam a necessidade de integração entre formação profissional, educação básica, empreendedorismo, além de atendimento psicossocial, garantia de direitos fundamentais e apoio às famílias.
A meta é atender 1600 jovens brasileiros até o fim de 2010.